About Us

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Aenean vulputate nisl arcu, non consequat risus vulputate sed. Nulla eu sapien condimentum nisi aliquet sodales non et diam. Duis blandit nunc semper rutrum congue. Phasellus sed lacus ut odio vehicula varius. Etiam iaculis feugiat tortor ac ornare.

Stay connected

Blog Post

Retomada da economia nas empresas pós Covid-19
Desenvolvimento

Retomada da economia nas empresas pós Covid-19 

O Brasil vive o momento de retomada gradual de muitas atividades econômicas nesta pandemia da Covid-19. A decisão, que deve seguir todos os cuidados sanitários de prevenção, é importante para assegurar empregos e negócios afetados pela crise.

Mas quais setores já apontam sucesso nesta retomada e de que forma isso se relaciona com os rumos profissionais e de empresas? No artigo de hoje vamos analisar este processo e trazer algumas dicas para empresas e profissionais estarem preparados.

Dados de produção e geração de riqueza mostram que o agronegócio foi o único setor com desempenho positivo no segundo trimestre. Remando contra a maré de desemprego, este segmento gerou no primeiro semestre quase 63 mil novos postos de trabalho. Mas quando avaliamos questões como retomada de faturamento, o setor industrial vem apresentando bons rumos também.

De acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o faturamento real do setor aumentou 37,8% em relação a abril, auge da crise. Ainda segundo dados da pesquisa, com esse desempenho, o nível de emprego já se encontra próximo ao patamar pré-crise.

Setores industriais mais confiantes

Outro indicador importante é o que avalia a confiança empresarial na indústria. Nesse sentido, 19 entre 30 setores da indústria apontam confiança maior em setembro de 2020 do que o registrado no mesmo mês do ano passado. Os dados são de outra análise também da CNI.

A pesquisa foi feita com 2.312 empresas de pequeno à grande porte, no primeiro semestre deste ano. Primordialmente, encabeçam o ranking de mais confiantes: produtos de borracha, móveis, produtos de minerais não metálicos, produtos de material plástico e máquinas e equipamentos.

Serviço e comércio – quais são os rumos?

A flexibilização permitiu que as pessoas voltassem a consumir e sair de casa, com cautela. Apesar disso, o setor de serviço deve responder mais lentamente, uma vez que os riscos sanitários em categorias como turismo e entretenimento são maiores. No entanto, há os segmentos de serviços ligados à tecnologia, consultorias, finanças e outros que permaneceram na ativa mesmo na quarentena, de forma remota.

Enquanto isso, o comércio vem sendo puxado pelo segmento varejista que mostrou força com sua capacidade ágil de migração do offline para o online. Com a reabertura parcial também vemos o aumento do consumo de itens de vestuário, por exemplo.

Outro fator de impulso para a reativação econômica passa pela percepção. Tanto consumidores quanto investidores e empresas percebem o movimento de retorno e isso influencia a confiança nos negócios e no consumo.

Como devem agir empresas e profissionais no pós-crise?

Por mais desafiadora que seja, toda crise deixa ensinamentos que podem ser valiosos para que empresas e profissionais reavaliem suas estratégias de condução de negócios e carreira. Assim, vale a pena olhar para este aprendizado e tomar decisões mais assertivas no pós-crise.

Para empresas, atravessar crises como essa é uma oportunidade para reiterar a importância do planejamento estratégico em seus modelos de negócios. Além disso, ficou provada a força da inovação, portanto este é um valor que deve ser incorporado na cultura organizacional.

Quanto aos profissionais, é fundamental que o cuidado emocional seja a lição de casa. Estar bem de corpo e mente é o primeiro passo para o enfrentamento da crise e das habilidades no pós-crise. Adicionalmente, a adaptabilidade pode ser uma característica comportamental de ouro, capaz de manter a empregabilidade ou proporcionar mais chances de uma recolocação.

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *