About Us

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Aenean vulputate nisl arcu, non consequat risus vulputate sed. Nulla eu sapien condimentum nisi aliquet sodales non et diam. Duis blandit nunc semper rutrum congue. Phasellus sed lacus ut odio vehicula varius. Etiam iaculis feugiat tortor ac ornare.

Stay connected

Blog Post

Como o mindfulness e outras técnicas podem ajudar empresas e profissionais em tempos de crise?
Transição de Carreira

Como o mindfulness e outras técnicas podem ajudar empresas e profissionais em tempos de crise? 

O momento adverso que estamos vivendo com a pandemia da Covid-19 tende a elevar o grau de ansiedade das pessoas, contribuindo negativamente para seu estresse. No mundo dos negócios e das relações empresariais o estresse elevado tem impacto direto na baixa produtividade das equipes. Isso porque a preocupação com os problemas ou mesmo com a tarefa seguinte, acaba por sabotar a capacidade de concentração de cada indivíduo.

Além do atual momento de crise, a rotina da vida moderna, que é carregada de afazeres, também colabora para o quadro de ansiedade nas pessoas. À primeira vista, ser uma pessoa multitarefa pode até ser uma habilidade desejada por muitos profissionais. Afinal de contas, conseguir dar conta de inúmeros projetos, metas e ainda conciliar responsabilidades pessoais não é nada fácil.

Contudo, você talvez imagine ser capaz de superar o acúmulo de tarefas apenas com muita disciplina. No entanto, é preciso considerar o excesso de informações e estímulos eletrônicos como celulares e redes sociais aos quais somos submetidos diariamente.

Desta maneira, estamos diante de um contexto de dispersão muito grande, que interfere em nossa capacidade de concluir tarefas pessoais e profissionais com qualidade. Além do comportamento resiliente, muito necessário em situações de crise, há mecanismos que capacitam a nossa mente na busca por mais concentração.

Gerenciamento de tempo requer concentração

Quando falamos em gerenciar múltiplas tarefas e ainda controlar a ansiedade, precisamos nos atentar para nossa capacidade de concentração. A tendência de muitas pessoas é desejar que o dia tivesse mais que 24 horas, para dar tempo de executar todas as tarefas.

Mas e se ao invés de querer expandir as horas para caber mais tarefas, empresas e profissionais pudessem usar mais efetivamente as horas de trabalho já acordadas? Somando a este benefício de produtividade é possível ainda haver ganho de bem-estar para os colaboradores? Segundo uma técnica de concentração e relaxamento chamada Mindfullness, é possível sim.

Entenda o que é e como funciona o mindfulness

Muitas empresas perceberam que as tentativas de dominar diversas tarefas ou a cultura de alta performance levava suas equipes a um alto nível de estresse. Por este motivo, muitas organizações adotaram práticas de meditação e relaxamento para mitigar tais efeitos. Assim, o mindfulness tem ganhado cada vez mais adeptos como forma de técnica direcionada ao aumento da concentração.

O mindfulness consiste na busca pela atenção plena, no presente momento, evitando assim o desvio de foco de tarefas. Ele tem inspiração na prática oriental de meditação e utiliza exercícios de respiração e outras formas de relaxamento.

Estudos clínicos americanos mostram que o mindfulness melhora o estresse, ansiedade, insônia e até doenças metabólicas como a hipertensão, entre outros benefícios para a saúde.

Resumidamente, a técnica estimula o córtex pré-frontal, responsável em nosso cérebro por atividades como planejamento e tomada de decisão. Com a técnica é possível haver um equilíbrio entre esta área e a que controla as nossas emoções, possibilitando assim um maior foco de pensamentos.

Aplicação sistêmica na cultura organizacional

Adotar a prática de meditação ou outras técnicas de relaxamento como o próprio mindfulness nas empresas será mais eficiente se for de uma forma sistêmica. A avaliação é da professora em psicologia e saúde organizacional, Gail Knman.

Em artigo publicado a especialista alerta sobre a importância de que as lideranças estejam engajadas no propósito e no entendimento dos benefícios do mindfullness. Além disso, ela ressalta que o mais aconselhável é incorporar práticas deste tipo na própria cultura organizacional.

Foi um professor americano, Kabat-Zinn, o responsável pela realização do primeiro programa para redução do stress, em 1979, na Escola de Medicina da Universidade de Massachusetts. Talvez seja pela origem americana da técnica com esta finalidade que vemos muitas empresas americanas como Nike, Instagram, Twitter, Ford, entre outra, aplicarem o mindfulness em suas rotinas.

O fato é que seja em situações de crise ou na rotina de trabalho, a adoção do mindfulness ou outros mecanismos de relaxamento são positivos. Ou seja, são válidos todos os esforços que busquem o bem-estar dos nossos recursos humanos e ainda colaborem para sua eficiência.

Vale ressaltar que a prática pode ser feita diariamente, com apenas 10 minutos de duração. Para o melhor aproveitamento os especialistas indicam as seguintes orientações:

  • Escolha do local adequado – se for fazer sozinho em sua casa, escolha um lugar tranquilo, livre de interrupções e, especialmente, longe do celular ou da TV. Caso seja impossível ter um lugar livre de barulho, utilize fone de ouvido com músicas apropriadas para meditação. Para quem for praticar a técnica na mesa do escritório, uma breve organização espacial também auxilia na preparação da mente.
  • Respiração – a respiração tranquila é essencial e ela precisa ser metabolizada no abdômen e não no peito para ser mais eficiente para o objetivo do mindfulness.
  • Foco no agora – direcione seu pensamento para o momento. Ao buscar se concentrar no movimento da respiração você consegue direcionar seu foco para o agora, este é o grande segredo do mindfulness.
  • Direcione seu pensamento – volte a atenção para o seu corpo, uma parte de cada vez. Alguns exemplos: sinta os pés no chão; sinta a força gravitacional do seu corpo sentado na cadeira ou no chão; perceba seus ombros posicionados corretamente; percorra mentalmente o caminho do ar entrando e saindo dos pulmões, e assim por diante. Dar atenção a estas partes exclusivamente funciona como um treino para a mente direcionar sua atenção ao que realmente é necessário.

Para quem se interessou e quer mais dicas, nossa sugestão é assistir a uma proveitosa apresentação da especialista Shauna Shapiro em uma breve conferência TED.

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *