About Us

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Aenean vulputate nisl arcu, non consequat risus vulputate sed. Nulla eu sapien condimentum nisi aliquet sodales non et diam. Duis blandit nunc semper rutrum congue. Phasellus sed lacus ut odio vehicula varius. Etiam iaculis feugiat tortor ac ornare.

Stay connected

Blog Post

Saiba quais são os pré-requisitos que um C-Level deve ter
Desenvolvimento

Saiba quais são os pré-requisitos que um C-Level deve ter 

Eles fazem parte do topo da hierarquia organizacional. Mais do que experts nos seus segmentos, os executivos C-Level são os responsáveis por criar e liderar a efetivação das estratégias necessárias para o sucesso da empresa onde trabalham.

O exemplo mais famoso dessa categoria é o CEO, ou Chief Executive Officer (Diretor Executivo), mas existem outros quase tão desejados quanto, como o CFO, COO, CMO, e por aí vai.

Você já deve saber que os profissionais C-Level precisam ter muito mais do que conhecimento técnico e operacional. Eles precisam ter também liderança e pensamento estratégico para conseguir cumprir o objetivo de ajudar na tomada de decisão da organização que lideram.

Mas você sabe o que mais é exigido dos profissionais que almejam ocupar essas posições?

Neste artigo, vamos enumerar os principais cargos C-Level e apontar quais são os pré-requisitos básicos que um profissional deve ter para ocupar essas posições. Também vamos explicar qual é a importância de escolher os profissionais que mais se adequem à realidade da sua empresa.

Afinal, uma estratégia bem feita pode ser um grande diferencial competitivo, e é preciso contar com as melhores peças para dar um xeque-mate na concorrência, concorda?

Quais são os principais cargos C-Level?

No organograma de uma empresa, os C-Level ocupam o topo da cadeia hierárquica.

Eles são profissionais multifacetados, responsáveis por formular estratégias com fundamentos técnicos, tomar decisões muitas vezes difíceis, porém, necessárias e, claro, guiar os seus subordinados de forma a aumentar a competitividade, os lucros e garantir os resultados positivos que todos esperam.

Mais do que chefes, eles são líderes que devem inspirar a todos. Conheça abaixo quem são eles:

CEO – Chief Executive Officer

Ele é o diretor-geral e principal executivo da organização. Todos os outros C-Level devem se reportar a ele, que é o responsável principal por gerir a empresa e decidir qual é a melhor estratégia a ser seguida de acordo com os objetivos traçados.

Ele também deve tornar clara e efetiva a cultura organizacional e servir como uma bússola para todos os níveis hierárquicos da corporação. Ou seja: a sua forma de liderança dá o tom de como a gestão deve ser executada nos outros níveis da empresa.

COO – Chief Operations Officer

Frequentemente tido como o braço-direito do CEO, o COO, ou Diretor Operacional, é o responsável pela gestão operacional da empresa, ou seja, por cuidar de todos os aspectos do dia a dia para a manutenção da operação do negócio como um todo. É ele quem faz a empresa funcionar na prática e de acordo com a estratégia traçada pelo CEO.

CFO – Chief Financial Officer

O CFO, ou Diretor Financeiro, deve não só gerenciar todos os aspectos financeiros e econômicos da companhia. Ele precisa traçar estratégias para gerar mais lucros para a empresa e, também, estar apto a indicar quais podem ser as melhores formas de se garantir uma situação financeira saudável e manter o saldo positivo.

CMO – Chief Marketing Officer

O CMO, ou Diretor de Marketing, deve pensar global e estrategicamente no marketing e no branding da organização e em como a comunicação pode ser usada como ferramenta de ampliação dos seus negócios. Este cargo também é fundamental para se conseguir alcançar todos os objetivos idealizados pelo CEO.

É sempre bom salientar que para todos os cargos C-Level é exigido não ter amplo conhecimento técnico, mas também ter afinidade com a cultura organizacional, uma ótima gestão de pessoas e, principalmente, capacidade estratégica para pensar nas melhores soluções para o sucesso da empresa.

Quais os pré-requisitos para ser um C-Level?

Agora que você já conhece os principais cargos C-Level, vamos destacar quais são os pré-requisitos fundamentais que um profissional que almeja ser um deles deve ter. Entre as características essenciais estão:

Visão estratégica

Saber fazer determinada atividade é algo bem diferente de esquematizar como aquela atividade pode ser feita da melhor maneira possível. Pensar estrategicamente é uma habilidade fundamental para quem quer fazer parte do topo da hierarquia organizacional.

Visão de mercado

Conhecer profundamente as demandas e as necessidades do mercado em que a sua empresa está inserida é requisito básico para traçar estratégias eficazes e conectadas com os objetivos do negócio.

Conhecimento técnico

Como pensar em estratégias financeiras se você não sabe nada sobre o assunto? Amplo conhecimento técnico é requisito básico para quem quer chegar ao topo da hierarquia.

É esse conhecimento que embasará toda a tomada de decisão do C-Level e fará com o que ele consiga passar as diretrizes para os gerentes operacionais subordinados a ele.

Capacidade de liderança de equipes

Como líder de um setor, o C-Level deve saber “contagiar” os seus subordinados, inspirar confiança e oferecer as melhores ferramentas para o desenvolvimento profissional deles.

Conhecer as principais características dos colaboradores também é essencial para gerenciar o capital humano da empresa.

Afinidade com a cultura organizacional da empresa

De nada adianta ter um alto cargo estratégico se você não acredita na visão e nos valores dessa empresa. Quanto mais você se identificar com a companhia, melhor vai ser para você propor saídas inovadoras e ser um teamplayer relevante de verdade.

Profissionais C-Level, onde achá-los?

Ao conhecer os principais pré-requisitos que um C-Level deve ter e quem são os profissionais que atuam nesses cargos de alto escalão, você deve ter se dado conta de como o profissional certo para a vaga certa é fundamental.

É por isso que a tarefa de selecionar quem vai ocupar um cargo de confiança é tão estratégica. E nem sempre um C-Level vai ser um funcionário operacional que já faz parte dos quadros da empresa. Ele pode ser encontrado já no mercado, portanto, a seleção deve ser bastante criteriosa.

Aqui não existe espaço para dúvidas ou erros, e a decisão tem que ser certeira. Uma boa consultoria de recrutamento pode ser a solução mais rápida e eficiente para encontrar o profissional com o fit ideal.

E você, gostou de descobrir quais são os pré-requisitos necessários para ser um C-Level? Então compartilhe este post nas redes sociais e mostre para os seus seguidores o que é preciso para chegar no topo da carreira corporativa.

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *