About Us

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Aenean vulputate nisl arcu, non consequat risus vulputate sed. Nulla eu sapien condimentum nisi aliquet sodales non et diam. Duis blandit nunc semper rutrum congue. Phasellus sed lacus ut odio vehicula varius. Etiam iaculis feugiat tortor ac ornare.

Stay connected

Blog Post

5 competências comportamentais que todo profissional deverá ter
Seleção de Executivos

5 competências comportamentais que todo profissional deverá ter 

Competências comportamentais, como inteligência emocional, pensamento crítico e liderança, se tornaram essenciais para o profissional do futuro. Mais do que conhecimento técnico, é necessário ter autocontrole e flexibilidade no ambiente de trabalho.

Essa mudança é decorrente dos avanços tecnológicos. Na atualidade, muitas tarefas já são substituídas por automação. Contudo, ser humano nos faz insubstituíveis e é desse comportamento que as empresas estão sentindo falta.

Continue a leitura e conheça 5 competências comportamentais que todo profissional deverá ter.

1. Inteligência emocional

A inteligência emocional é uma competência comportamental que permite ao indivíduo compreender, gerenciar e aprender a lidar com as próprias emoções e a das outras pessoas com as quais convive — obtendo resultados positivos.

Do ponto de vista profissional, é essencial entender o significado de cada emoção e como elas podem afetar o próprio desempenho e os dos outros. Essa compreensão possibilita meios para desenvolver uma boa liderança.

Ao controlar seu fluxo de emoções, o colaborador conquista bons relacionamentos interpessoais com seus colegas e melhora o clima organizacional.

2. Pensamento crítico

Trata-se de capacidade de refletir sobre uma situação com imparcialidade, sem envolver emoções e posicionamentos pessoais. Para tal, faz-se necessário deixar crenças e opiniões de lado para analisar de maneira crítica qualquer situação.

Essa competência comportamental pode mudar a dinâmica do ambiente de trabalho, principalmente quando há conflitos por causa de problemas pessoais — o que afeta tanto a produtividade quanto o bem-estar.

Quando os colaboradores têm pensamento crítico, esse tipo de falta de entendimento deixa de existir, pois trabalho e vida pessoal não se misturam.

3. Liderança

Seguindo a lista de competências comportamentais, temos a liderança — que transmite os valores e a missão da empresa. O líder encabeça a gestão de pessoas e direciona os profissionais para o cumprimento dos objetivos da organização.

Para ser líder, o colaborador precisa adquirir as duas competências comportamentais anteriores: inteligência emocional e pensamento crítico. Além disso, é preciso ter carisma, empatia e determinação.

O líder inspira e motiva outros profissionais — algo tão importante quanto traçar e alcançar metas.

4. Criatividade

Ser criativo envolve encontrar soluções inovadoras, mas factíveis. Em situações desfavoráveis, como os momentos de crise, elas podem se tornar o verdadeiro diferencial competitivo de uma corporação.

Empresas como Amazon, Apple, Netflix, NuBank e Uber são líderes em seus segmentos porque têm produtos e serviços diferentes. Contudo, os gestores dessas companhias oferecem condições para o ambiente criativo.

Para estimular a criatividade entre seus colaboradores, incentive políticas, momentos e treinamentos para que todos pensem fora da caixa.

5. Flexibilidade cognitiva

A flexibilidade cognitiva ajuda o colaborador a adaptar sua conduta a opiniões e situações novas, variáveis e inesperadas. Por meio dessa competência comportamental, é possível perceber, por exemplo, que o que está sendo feito não funciona.

Em vez de persistir no mesmo caminho que leva ao erro, a flexibilidade cognitiva instrui o cérebro a executar as alterações necessárias. Trata-se de uma ampliação na capacidade de aprender e resolver problemas!

O profissional que é cognitivamente flexível consegue reunir informações e responder de maneira adequada, ajustando sua conduta ao que é exigido.

Sua empresa pode identificar essas e outras competências comportamentais em seus futuros colaboradores por meio de programas como Executive Search, que busca profissionais que ocupam cargos estratégicos dentro das organizações.

E cada um desses executivos pode desenvolver um estilo de liderança! Para que você se inspire e conheça os principais, leia este artigo!

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *