About Us

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Aenean vulputate nisl arcu, non consequat risus vulputate sed. Nulla eu sapien condimentum nisi aliquet sodales non et diam. Duis blandit nunc semper rutrum congue. Phasellus sed lacus ut odio vehicula varius. Etiam iaculis feugiat tortor ac ornare.

Stay connected

Blog Post

4 competências profissionais e pessoais que o mercado está em busca
Seleção de Executivos

4 competências profissionais e pessoais que o mercado está em busca 

Na era da robótica, a inteligência artificial está definindo o rumo de muitos setores. No entanto, há algumas ações que as máquinas não conseguem realizar, pois estão relacionadas a competências profissionais e pessoais que ainda são domínio exclusivo dos seres humanos.

Por essa razão, os recrutadores têm modificado a sua forma de olhar para os candidatos às vagas de emprego em aberto. A busca pela técnica é importante, mas algumas características vêm se mostrando mais atraentes no processo de contratação.

Se você deseja saber quais são essas habilidades tão importantes para que o recrutamento da sua empresa seja mais efetivo e capte os melhores talentos, continue a leitura deste post!

Quais são as competências profissionais mais exigidas pelo mercado?

Para o profissional que deseja se desenvolver, o aprendizado deve ser constante, e isso quer significa que a sede de conhecimento deve estar presente em seu dia a dia. Além dos saberes relacionados à sua área de atuação, é preciso ter autoconhecimento, pois isso vai direcioná-lo e fazer com que tenha um melhor desempenho.

Um recrutador, ou um gestor de RH, deve estar atento aos indicativos dessas habilidades em um entrevistado. Contudo, ainda é possível observar outras características, como as que listamos a seguir. Acompanhe!

1. Foco em resultados

Ter foco em resultados traz consigo uma série de outras competências, afinal, só o desejo de realizar não move ninguém. É preciso planejar e colocar a mão na massa. Para isso, se fazem necessárias habilidades como criatividade, competitividade, autonomia e comprometimento.

O profissional deve pensar nos resultados de curto, médio e longo prazo, ser capaz de entender os diversos contextos, identificando oportunidades e prevendo ameaças, e ficar por dentro das tendências. Assim, será possível antever mudanças e agir para que o sucesso da empresa não seja comprometido.

2. Espírito empreendedor

Ainda que o profissional não seja o proprietário da empresa em que trabalha, o espírito empreendedor faz com que ele aja como tal. Dessa forma, ele despenderá todos os seus esforços para que o negócio obtenha sucesso.

Ao invés de fazer apenas o que lhe é solicitado, esse colaborador buscará soluções e apresentará ideias para melhorar e facilitar o cotidiano da equipe. Ele estará engajado e com senso de pertencimento, gerando uma alta performance.

3. Resiliência

A resiliência é fundamental em qualquer aspecto da vida. Entretanto, na carreira, é o fator que diferencia um profissional que se rende às dificuldades, deixando de buscar melhorias, daquele que aprende com os erros e segue em frente.

Resiliência é a capacidade de se recuperar das adversidades, de superar os fracassos e os acontecimentos negativos. O colaborador resiliente tem mais flexibilidade e se adapta às mudanças com mais facilidade.  

4. Trabalho em equipe e comunicação

Quem trabalha em uma empresa, geralmente, tem que lidar com diferentes tipos de pessoas, culturas, situações, formas de pensar e agir. Um profissional que tenta se adequar a essa diversidade é como um diplomata que promove empatia, facilitando a comunicação e os relacionamentos interpessoais.

Quando essas competências são desenvolvidas no ambiente organizacional, o trabalho em equipe é mais produtivo, pois o clima se torna mais harmonioso, a cooperação é mútua e o alcance dos objetivos se faz tangível.

Tendo em vista que uma das principais atribuições do recrutador é analisar e detectar nos candidatos as habilidades desejadas pela empresa, realizar um bom processo de recrutamento e seleção exige planejamento e ações específicas que devem ser feitas com cuidado.

Para encontrar profissionais que disponham de todas essas qualidades, o pessoal do RH, além de olho clínico, precisa dispor de boas ferramentas, como testes psicológicos e comportamentais, dinâmicas de grupo, simulação de situações que permitam aos pretendentes à vaga demonstrarem do que são capazes, entre outras.

Agora que você já conhece algumas das competências profissionais mais exigidas pelo mercado, descubra quais são as características do candidato ideal para a sua empresa e saiba como encontrar os melhores talentos!

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *